Boas práticas eduroam

A utilização do eduroam pressupõe o cumprimento por parte dos utilizadores de um conjunto de regras bem definidas.

Estas focam-se não apenas na segurança, mas também na utilização consciente dos recursos disponibilizados.

Boas práticas eduroam

Assim, utilizadores da rede eduroam devem aceitar e seguir os seguintes princípios de utilização:

  1. O utilizador é integralmente responsável pela confidencialidade das suas credenciais.
  2. Em caso de furto ou roubo ou suspeita de perda de confidencialidade das credenciais, é da responsabilidade do utilizador reportar com a maior brevidade possível o incidente à sua instituição de origem, com o objetivo de serem canceladas as credenciais em referência e atribuídas novas.
  3. Cumprir a AUP fixada e publicitada pela instituição visitada para a rede eduroam.
  4. Todos os utilizadores em mobilidade devem autenticar-se previamente na sua instituição de origem, para que lhe seja atribuído acesso à rede da instituição visitada.
  5. Os utilizadores em mobilidade só deverão iniciar tentativas de autenticação depois de certificar que as suas credenciais serão transmitidas de forma segura.
  6. O utilizador em mobilidade deverá estar informado que os recursos de rede que lhe são atribuídos, após a autenticação com sucesso, podem apenas cumprir os parâmetros mínimos definidos para a rede eduroam não sendo por isso de esperar o mesmo nível de serviço que encontra na sua instituição de origem.

As instituições que disponibilizam o serviço eduroam estão obrigadas a assinar e cumprir os pressupostos definidos nos termos e condições de utilização definidos pela FCT|FCCN. 

Este documento formaliza os requisitos para disponibilização do serviço assim como os procedimentos, de definição de serviço a prestar e de suporte aos seus utilizadores.